Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
lorenzojarnagin57

Como Abrir Uma Sorveteria Da Kibon?

Curte O Tema Da Glamour? De Negócios


Bem, o mundo inteiro aprende com os erros, entretanto é melhor se você não tiver de errar pra aprender, não é? Sendo assim, elegemos muitas das piores gafes de marketing que os grandes varejistas agora praticaram pra ti aprender a lição e ir bem afastado dessas práticas. 1 Cólicas são “mimimi” das mulheres?


A marca de medicamentos para cólicas femininas Novalfem errou horroroso numa de suas últimas campanhas. SemMimimi”, que tinha como estrela a cantora Preta Gil, atribuía às cólicas menstruais o termo “mimimi”, que costuma ser sinônimo de uma reclamação gratuita e injustificável. O “mimimi” é aquele famoso reclamar só por reclamar.


O acontecimento de as cólicas serem um problema sério para diversas mulheres e estarem, muitas vezes, relacionadas a doenças, como a endometriose, causou enorme revolta nas redes sociais. O que pegou mal foi que o público com quem a marca queria se noticiar - as mulheres - sentiu-se menosprezado e ofendido. A marca produziu um texto se retratando, mas o estrago imediatamente estava feito. Lição: O humor tem que ser super bem dosado, com sensibilidade e respeito, para seu público-alvo.


Acrescentar as mídias sociais nas estratégias de marketing é uma tendência que normalmente fornece muito correto, porém é necessário planejar bem. O problema é que a campanha na rede agora acompanhava um comercial considerado machista, onde homens eram servidos por uma moça, com roupas curtas, e a faziam passear de um lado para o outro pra ver de perto a garçonete desfilar. No momento em que os usuários perceberam que a mensagem de muito obrigado, que validava o tweet, era automática, começaram a usar a hashtag pra criticar a marca, que continuava agradecendo assim.


Lição: Ações em redes sociais devem ser monitoradas de perto, por seres humanos, e não por robôs. Pela época da Copa do Universo, em 2014, todas as marcas queriam uma fatia do bolo de merchandising da disputa. A Adidas, uma das maiores organizações de produtos para a prática de esportes, não iria continuar de fora.


  1. 95,3% dos que tentam empreender acabam desistindo por ausência de método
  2. Venda Pessoal; Renda Certa ="font-weight: 900;">Afiliados e Anúncios (CPA/CPC)
  3. Entrevista sobre Facebook pra negócios - Conrado Adolpho
  4. O regresso do investimento é rapidamente e as comissões são pagas pontualmente
  5. Incorpore apresentações SlideShare diretamente em seus tweets
  6. Faça comércio no eBay ou outro blog aproximado


Foram produzidas várias camisetas com estampas do Brasil, que sediava a Copa, entretanto uma, especialmente, pegou muito mal. Na imagem se avenida uma criança de biquíni ao lado da frase “looking to score”, que tem duplo significado: podes querer dizer, literalmente, “procurando por gols”, entretanto assim como é uma gíria comum pra “pegar garotas”.


Não precisa nem sequer falar que diversos consideraram a estampa preconceituosa e machista. As vendas foram suspensas após o vasto volume de reclamações. Lição: Estereótipos e preconceitos não têm mais lugar na publicidade (nunca deveriam ter tido). Mas, com as mídias sociais, seu consumidor tem voz e não vai deixar barato. Mais Aposta Pela Economia Do Aluguel do Mundo.


A companhia aérea KLM causou um sério mal-estar com toda uma nação já que um tweet. Depois de a Holanda diminuir o México, em um dos jogos da luta, foi publicada no perfil da empresa, no Twitter, a mensagem “adiós, amigos! ” acompanhada de uma imagem de um portão de embarque.


Poderia até ser uma coincidência, todavia os mexicanos não gostaram nada da piada. Lição: Brincadeira tem hora e lugar. O que parece uma provocação inocente poderá indispor tua marca com toda uma nação de compradores. A sorveteria Diletto divulgava amplamente sua história: as receitas eram antigas, criadas pelo avô italiano do fundador na sua terra natal. Isto dava uma identidade de exclusividade e até um toque retrô e caseiro à marca. Estava tudo bem, até o consumidor achar que essa era uma história construída (pontualmente como estratégia de intercomunicação) e que o avô sorveteiro do fundador nunca existiu. Os clientes não gostaram e o Conar determinou que seria preciso elucidar nas peças institucionais que se tratava de uma ficção.


Lição: o storytelling (a arte de descrever boas histórias) pode ser uma arma interessante para desenvolver e promover sua marca, no entanto é necessário ser autêntico e transparente. Outubro de 2014 foi a vez de a marca de lingerie Victoria’s Secret pisar pela bola com as consumidoras. Vai Abrir Uma Loja Virtual? campanha da vez exibia modelos da marca, altas e magras, e o título “the perfect ‘body’”. O ”body” em pergunta era o nome dado à nova linha de sutiãs da Victoria’s Secret, no entanto a tradução automática era “corpo perfeito”.


Tags: clique agora

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl